Como se livrar das moscas, essa companhia indesejável?

24 maio 2017
1451 Visualizações

As moscas são insetos que existem em todas as partes do mundo, causando grande incômodo aos homens e aos animais, além de transmitirem uma série de doenças como conjuntivite, difteria, tuberculose, peste bubônica entre outras.Normalmente estes insetos alimentam-se de fezes, escarros, produtos animais e vegetais em decomposição, açúcar, frutas entre outros. E aí é que está o perigo: como circulam pelo lixo e ambientes sujos, ao pousar em algo que vamos comer podem transmitir doenças.

Este inseto é muito ativo durante o dia e, a noite, ele repousa. Os locais visitados pelas moscas apresentam manchas escuras, produzidas pelo depósito de suas fezes, e manchas claras, provocadas pelo lançamento de saliva sobre o alimento, para que depois possa ser sugado.

Intoxicações e infecções alimentares

Os micro organismos patogênicos transportados pelas moscas são os responsáveis pelas infecções e intoxicações alimentares.

As moscas costumam amolecer o alimento de sua preferência, regurgitando o conteúdo estomacal que contêm as enzimas que permitirão a mudança da textura do alimento, para depois ingeri-lo normalmente. Com isso, os micro organismos existentes no seu trato digestivo serão expostos diretamente no alimento escolhido, ocasionando sérios riscos de contaminação.

Além do trato digestivo, as moscas podem disseminar micro-organismos pela boca, pernas e asas. Dessa forma, alimentos expostos por muito tempo, como os de restaurantes self service ou ao ar livre, como churrascos, estão perigosamente suscetíveis a apresentarem contaminação.

Eliminação e controle das moscas

O controle dessas invasoras não é fácil, muitas vezes exigindo medidas diferentes para cada espécie. Em geral, só se utilizam medidas de controle quando a população destes insetos alcança um número alto capaz de provocar distúrbios ou transmitir doenças.

Para avaliar se as medidas de controle utilizadas são eficazes, muitas vezes é necessário fazer uma estimativa da população existente. Essa estimativa pode ser realizada com bastante segurança fazendo coletas semanais, de adultos e larvas, com armadilhas e iscas apropriadas, durante um ano consecutivo.

Com isso teremos a informação do número, dos tipos e da localização dos criadouros, bem como a variação estacional das larvas e adultos, com indicação das épocas mais adequadas para fazer o controle.

Em geral, podemos afirmar que serviços sanitários deficientes, como coleta e depósito de lixo, favorecem a multiplicação dessas moscas.

O controle biológico é o mais eficaz. Entretanto, para ele ser feito, deve-se obter um estudo detalhado da biologia da mosca e seu papel no local.

Se o problema com as moscas persistir, contrate uma empresa especializada em dedetização, que irá inspecionar o local e aplicar o inseticida correto para o controle da praga.

Inset System: Solicite um orçamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *