• Limpeza na caixa d’água deve ser feita com frequência

    5 julho 2017
    1118 Visualizações
    Limpeza na caixa d’água deve ser feita com frequência

    Você sabia que 80% das doenças têm algum tipo de relação com a água que consumimos todos os dias? E que esses tipos de doença são responsáveis por grande parte das internações em hospitais do Brasil? A partir desses dados, está mais do que evidente de que é necessário fazer a limpeza da sua caixa d’água com frequência. Especialistas consideram que a limpeza deve ser feita pelo menos duas vezes por ano.

    A limpeza, assim como a manutenção da caixa, deve ser frequente por conta da proliferação de bactérias e de insetos. As origens dessa contaminação são diversas. No caminho entre a estação de tratamento e a sua casa, pode haver resíduos perigosos nas tubulações que serão carregados pela água. Uma pequena abertura também pode ser capaz de deflagrar uma onda de larvas de mosquitos, que podem causar doenças sérias, como a dengue. Além disso, um cuidado maior com a tampa e com o material da caixa d’água podem evitar que animais maiores, como gatos e ratos entrem na caixa e bebam da água, contaminando-a com bactérias.

    Com a renovação da água, você também evita doenças como disenteria, gastroenterite, leptospirose e verminoses em geral, entre outras ainda mais sérias. Mas como fazer essa limpeza?

    Dando uma caprichada na sua caixa d’água

    A seguir, vamos mostrar alguns passos básicos para fazer uma assepsia adequada da sua caixa d’água.

    1. Feche o registro da caixa d’água ou o registro geral da casa;
    2. Esvazie a caixa d’água (sem desperdiçar!), deixando um pouco de água dentro;
    3. Utilize um pano, esponja ou escova para limpar a parte interna (não utilize produtos químicos!);
    4. Retire a água suja decorrente dos passos anteriores com um balde e um pano;
    5. Reabra o registro e deixe entrar um pouco mais de água (30 cm de profundidade ou 1 palmo);
    6. Despeje um pouco de água sanitária ou cloro na água para fazer a sanitização. Atenção à medida: 1 litro de água sanitária para cada 1000 litros de água.
    7. Deixe essa mistura de água com cloro (ou algo sanitária) ficar na caixa por 2 horas para concluir a sanitização;
    8. Depois desse período, ligue novamente o registro e abra torneiras, chuveiros e descargas da sua casa para que toda a tubulação seja saneada;
    9. Após o escoamento total dessa água, feche todas as torneiras, chuveiros e descargas para que a caixa d’água encha novamente.  
    10. Pronto! Sua caixa d’água está totalmente higienizada.

    Apesar de muito importante, a tarefa de fazer a assepsia correta da sua caixa d’água não é muito simples. Alguns descuidos pequenos, como utilizar produtos químicos que não sejam os que citamos podem gerar outras contaminações. Além de dar trabalho, pode ser perigoso. Deixe que a Inset System faça isso por você.

    Você precisa limpar a caixa d’água do seu prédio?  Essa matéria do G1 atesta a importância dessa limpeza de 6 em 6 meses. O processo é ainda bem mais complexo e deve ser feito por um profissional. Mais uma razão para você escolher a Inset System. Faça um orçamento conosco.

     

    Leia mais
  • Dengue. A luta continua

    25 janeiro 2017
    976 Visualizações
    Dengue. A luta para vencê-la continua

    Mosquitos transmissores da dengue são utilizados no combate à doença. Técnica desenvolvida no Brasil usa fêmeas de ‘Aedes aegypti’ e ‘Aedes albopiuctus’ para levar doses de inseticida a criadouros de difícil acesso ao homem. (mais…)

    Leia mais
  • Como combater os insetos na época das chuvas

    18 janeiro 2017
    2578 Visualizações
    Como combater os insetos na época das chuvas

    Telas e inseticidas são as proteções mais procuradas.

    Basta começar a chuva e lá estão eles. Os bichinhos voadores se escondem embaixo do tapete, atrás dos móveis e até na roupa de cama. São milhares de espécies, mas, de acordo com especialistas, eles trazem mais incômodo do que perigo. Nesse grupo, estão as mariposas, os cupins, as joaninhas, os besouros e os gafanhotos. (mais…)

    Leia mais
  • Como é o processo de dedetização

    11 janeiro 2017
    3897 Visualizações
    Como é o processo de dedetização

    A dedetização é o método mais eficaz e seguro para combater diversas pragas que infestam a nossa casa. O processo pode ser realizado de três maneiras: pulverização, aplicação de gel e pó químico. A escolha do tipo de dedetização a ser feita depende do inseto a ser combatido. (mais…)

    Leia mais
  • Cupim: um perigo para os imóveis

    4 janeiro 2017
    2110 Visualizações
    Cupim: um perigo para os imóveis

    Nunca subestime aquele pozinho que você encontra pela casa. Num trabalho quase sempre silencioso, os cupins são capazes de comprometer móveis e estruturas inteiras de uma moradia. E, quando são descobertos, é possível que já estejam no local há mais de três anos. A prevenção é a arma mais poderosa contra essa praga. (mais…)

    Leia mais