• Como provar para o seu chefe que a sua empresa precisa de dedetização?

    23 agosto 2017
    750 Visualizações

    Em um momento da nossa economia em que os gastos são cada vez mais controlados, as verbas para limpeza e manutenção da sua empresa podem se tornar mais escassas. Coisas tão fundamentais como a limpeza eficiente e o bom estado do espaço físico podem se tornar supérfluas.

    Você deve entrar em ação para convencer o seu chefe a não deixar de investir na limpeza e principalmente na dedetização da empresa.

    As consequências de não agir nesse sentido são perigosas. A principal delas é a falta de zelo pela saúde dos empregadores. Uma infestação de mosquitos ou moscas, por exemplo, pode acarretar uma série de doenças. O acúmulo de papéis e lixo, além da presença de máquinas sem manutenção ou não dedetizadas podem contribuir para o aparecimento e aumento de pragas.

    Além da saúde dos funcionários, converse com seu chefe sobre o potencial destrutivo de algumas pragas. Cupins podem danificar seriamente a estrutura do prédio e também móveis do escritório. Traças podem acabar com documentos importantes e tecidos de qualquer tipo. Ratos podem destruir fiações elétricas e tubulações.

    Você também deve estar atento ao aparecimento de alguns indícios importantes e sinalizar imediatamente o aparecimento deles ao seu superior.

    Os principais indícios de que sua empresa precisa de dedetização

    Infestação e diversificação

    Uma das maiores evidências de que a sua empresa precisa de dedetização é o aumento de pragas. Você deve deixar o seu chefe ciente de que há mais formigas, aranhas e baratas habitando o edifício. Não é normal que esses insetos apareçam com regularidade, muito menos que aumentem em número. A situação pode ainda ser pior se novas espécies passarem a aparecer. Sem haver um controle efetivo de pragas, a tendência é a infestação. E o aparecimento de doenças é dado como certo.

    Rachaduras e tubos de terra

    Atenção à presença de acúmulo de pó de madeira, rachaduras e tubos de terra perto de móveis, portas e janelas. Isso pode ser um forte indício da presença de cupins. Como já falamos nesse blog, os cupins podem ser extremamente organizados e sua ação corrosiva bastante rápida. Não dedetizar o prédio pode ter consequências gravíssimas, inclusive o desmoronamento. Um caso recente em Ribeirão Preto mostrou o quanto é importante acabar com os cupins dentro de um empreendimento.

    Quando foi feita a última dedetização?

    Explique para o seu chefe que dedetização, assim como um serviço de limpeza, deve ser feito regularmente. Se for feito esporadicamente, os resultados não aparecem. A dedetização nada mais é do que um controle de pragas. Não se trata apenas de matar os insetos que já estão presentes no ambiente. Uma empresa que faz uma dedetização de qualidade também preza pela ação preventiva, impedindo que novos indivíduos apareçam.

    A presença de pelo menos um desses sinais é suficiente para que sua empresa contrate uma dedetizadora. Se você está no Rio de Janeiro, chame a Inset System. A Inset System investe em novas tecnologias e materiais para proporcionar um serviço eficaz de controle de pragas. Contrate a Inset System e elimine as pragas da sua empresa.

    Você também pode fazer um orçamento grátis. Mostre para o seu chefe!

    Leia mais
  • 6 curiosidades sobre o mosquito da Dengue

    16 agosto 2017
    3448 Visualizações

    O vetor Aedes aegypti é um dos insetos mais estudados pela ciência, principalmente por conta do seu potencial nocivo. Os estudos científicos inclusive têm sido muito criativos na tentativa de erradicar as populações de mosquitos. Uma das estratégias mais modernas foi idealizada por uma empresa britânica: a produção de mosquitos geneticamente modificados. Na cidade de Piracicaba, mosquitos machos de DNA alterado foram utilizados para frear o número alarmante de casos na cidade. Os mosquitos fecundam as fêmeas e estas produzem um ovo infértil, o que impossibilita o crescimento dos insetos.

    Além dessa interessante aplicação do conhecimento científico, o mosquito Aedes aegypti está cercado de curiosidades. No post de hoje, vamos falar de 6 fatos muito interessantes sobre essa praga.

    Origem e chegada no Brasil  

    O nome científico já dá a dica: o popular “mosquito da dengue” originou-se no Egito e se espalhou a partir da costa leste africana. Costuma-se dizer que o inseto chegou ao Brasil em navios negreiros. Ainda sobre o nome, o “Aedes”, do latim, significa “odioso”, o que sugere que o mosquito tem sido um fardo desde tempos remotos. Curiosamente, esse inseto teria sido erradicado durante a Era Vargas, mas voltou com a industrialização e o consequente aumento de logradouros.

    Características físicas

    Observe a figura abaixo. Ela nos ajuda a identificar o Aedes aegypti. O seu tamanho se situa entre 0,5 e 1 cm. Em relação à cor, são pretos ou marrons com riscos brancos característicos, que podem ser vistos a olho nu. Têm ainda 4 asas ao todo e 6 patas.

    Reprodução

    Com somente uma cópula, as fêmeas já são capazes de se reproduzir. Isso acontece porque elas carregam consigo uma bolsa de esperma. Depois da cópula, as fêmeas precisam se alimentar de sangue para que os ovos se desenvolvam. É por isso que somente as fêmeas picam os humanos. Após 3 dias, as fêmeas desovam em água parada limpa. Durante toda a sua vida, um mosquito fêmea pode gerar 1500 mosquitos.

    Expectativa de vida

    O ciclo de vida do Aedes aegypti é constituído por 4 fases: ovo, larva, pupa e mosquito adulto. O mosquito se desenvolve em 10 dias, a partir de sua saída do ovo, passando pela fase larval. Quanto mais quente o ambiente, mais rápido acontece a maturação.

    O tempo médio de vida do mosquito é de 30 dias e a fêmea pode viver até 45 dias.

    Doenças transmitidas

    São ao todo 4 doenças que o Aedes aegypti transmite: a dengue, a febre amarela, a zika e a chikungunya. Todas elas são transmitidas exatamente da mesma forma. Primeiro, o mosquito fêmea pica alguém já infectado por uma dessas doenças. Em seguida, pica uma outra pessoa saudável repassando o vírus para ela. Os sintomas são relativamente parecidos, mas têm diferenças importantes. Mal-estar e dor de cabeça são comuns a todas. Dor atrás dos olhos e nas articulações costumam ser sinal de dengue. Coceira e manchas vermelhas na pele são mais associadas à zika. A chikungunya costuma aparecer com fortes dores nas articulações. E a febre amarela inclui dores musculares, inclusive nas costas.

    Quantidade de pessoas infectadas

    Quantas pessoas uma fêmea pode infectar dentro do seu ciclo de vida? Como já dissemos, o mosquito faz a hematofagia, ou seja, o processo de se alimentar de sangue, para promover o desenvolvimento dos ovos. Em geral, a cada lote de ovos que produz, os mosquitos picam somente uma só pessoa. No entanto, segundo a FIOCRUZ, o Aedes aegypti tem uma peculiaridade: ele consegue picar mais de uma pessoa durante a produção de um mesmo lote. Levando em conta o seu período médio de vida, o mosquito pode contaminar até 300 pessoas.

    Se você quiser saber um pouco mais sobre a Dengue, você pode acessar alguns dos nossos posts:

    Dengue. A luta continua.
    Cuidados para não ter dengue na gestação.
    Os segredos para vencer a dengue.
    Como cuidar de plantas e manter longe qualquer foco de dengue.
    Água parada: os perigos da displicência no foco da dengue.
    8 maneiras de combater os mosquitos na sua casa.

    Você sabia que dedetização é uma das formas mais eficazes de acabar com a proliferação do mosquito da dengue? Acesse o site da Inset System e descubra mais sobre os nossos recursos de dedetização.

    Leia mais
  • 4 benefícios da dedetização de Condomínio

    9 agosto 2017
    1448 Visualizações

    Existem sinais claros de que seu condomínio está precisando de dedetização. Se você é síndico ou  responsável pela administração do condomínio, você deve estar atento à mudança de estações, aparecimento de novos insetos ou aumento da população dos mesmos.

    Uma forma de solucionar esse problema é pelo esforço conjunto do condomínio. Você pode combinar com cada residente para desempenhar uma função específica. Um dos condôminos pode ficar responsável pela limpeza da caixa d’água e outro pode tentar se livrar dos ratos espalhando ratoeiras pelo condomínio. Essa pode ser inclusive a próxima pauta da reunião de condomínio.

    Sejamos realistas: vai ser muito difícil que essa ideia vá para frente. Cada condômino tem os seus afazeres, suas preocupações e seus horários. Coordenar uma ação dessa magnitude é algo praticamente impossível. A verdadeira solução é contratar uma empresa de dedetização. Além de mais rápida, mais barata, menos custosa, ela ainda apresenta 4 ótimos benefícios para o ambiente do seu condomínio.

    Dá um fim às infestações

    A infestação de insetos não é apenas um sinal de que algo está errado. Ela também é uma consequência da falta de cuidado e limpeza dos ambientes do seu condomínio. Erradicar essas populações é o objetivo principal da dedetização. Contratar uma empresa para fazer esse serviço é uma forma bem mais eficiente do que tentar fazer isso com as próprias mãos. Não se esqueça de que você deve contratar uma boa empresa, mesmo que isso represente um pouco mais de custo para seu condomínio. Afinal, o barato pode sair caro.

    No post Dedetização no Rio de Janeiro: Como não errar na hora de escolher qual empresa contratar, nós damos alguma dicas para selecionar uma boa dedetizadora no Rio.

    Evita riscos de saúde

    Muitos dos insetos que se proliferam nas casas e apartamentos podem trazer vários riscos à saúde. Você pode saber quais são neste post da Inset System. Mas basta dizer que essas pragas podem causar sérias infecções no corpo humano, com risco de morte, caso não haja tratamento adequado.Se você não sabe como a dengue, a Zika e a febre tifóide são transmitidas, se informe o quanto antes. E saiba também que a dedetização é a melhor forma de impedir que essas doenças sejam transmitidas.

    Se o seu condomínio no Rio de Janeiro está precisando de dedetização, você contar com a Inset System. Acesse o nosso site e conheça nossos serviços.

    Higieniza a caixa d‘água

    Limpar a caixa d’água é fundamental. Já falamos disso aqui no blog, mas vale a pena mencionar: boa parte das doenças que nos acomete diariamente tem a ver com a água que consumimos.

    Na realidade, a higienização da caixa não deve ser somente um recurso extra. Sem ela, não faz muito sentido dedetizar.  Muitas empresas já incluem a limpeza da caixa d’água no serviço de dedetização.

    Elimina pragas usando práticas modernas

    Não somente a limpeza de caixa d’água, mas a dedetização deve ser um conjunto de serviços que visam a acabar com todos os tipos de pragas. Uma boa empresa de dedetização faz com que seu condomínio fique livre de diversas pragas pelo uso da dedetização, desratização e descupinização. Cada um desses agentes nocivos tem sua particularidade e a sua erradicação deve ser feita de forma específica.

    A Inset System oferece todos esses serviços e garante a total exclusão de pragas urbanas do seu condomínio. Curta nossa página no Facebook e acesse o nosso site para conhecer todos os nossos serviços.

    Leia mais
  • As 5 principais pragas que habitam a sua residência

    2 agosto 2017
    1871 Visualizações

    Você sabia que os insetos formam o grupo mais diverso de seres vivos do planeta? Atualmente, a ciência conhece cerca de um milhão de insetos, embora muitos acreditam que há entre 2,5 milhões e 10 milhões de espécies!

    A importância dos insetos para a natureza é indiscutível, saiba mais sobre isso nesse site sobre entomologia. De fato, a variedade dessas pequenas criaturas é realmente fascinante, preferencialmente quando estão bem longe das nossas casas.

    De acordo com um estudo norteamericano, citado por O Globo, há mais de 100 espécies de inseto em cada casa nos EUA. Mesmo que nossa realidade e climas sejam diferentes, nós não ficamos muito atrás, ainda mais em um país tão biodiverso como o nosso. A questão é que muitos desses insetos são muito perigosos para a saúde e devem ser eliminados da sua casa o quanto antes. Vejamos agora as 5 pragas mais presentes nas casas e como se livrar delas.

    Baratas

    As baratas são umas das visitas (e muitas vezes, residentes) mais odiadas pelos humanos. De aspectos e hábitos asquerosos, elas podem ser vistas em grande parte do território nacional. Insetos onívoros, elas comem tudo o que veem pela frente.

    As baratas apresentam antenas para captar odores e a presença de alimentos ou água. O corpo é revestido por uma camada de gordura e um casco de quitina. A gordura serve como reserva de alimento e o casco como proteção contra esmagamentos.

    Tantos as patas quanto as fezes e os restos do seu corpo podem carregar microorganismos que podem causar, quando ingeridos, desde diarreias a doenças mais graves como a hepatite A. Para evitar essas e outras doenças, não deixe de acabar com os vazamentos de água na casa (afinal , elas precisam de água para sobreviver). Melhore também a limpeza da sua casa, evitando deixar restos de comida pelo chão. Você pode ver nesse post algumas outras sugestões para acabar com esse inseto medonho.

    Cupins

    Há 300 espécies de cupins em todo o território nacional. Mas como já dissemos nesse post, existem 3 tipos de cupim que são mais presentes em nossas residências: os coleópteros, os de Madeira Seca e os subterrâneos.   

    O primeiro grupo tem seu momento mais perigoso na fase de larva, já que costumam se alimentar quase que exclusivamente de madeira. Os de Madeira Seca não são muito agressivos, mas comem as madeiras da casa deixando vestígios por onde passam. Os subterrâneos são os que vivem de forma mais organizada, e se sua população não for controlada, podem causar sérios riscos para sua casa.

    Os cupins não costumam estar associados a doenças, mas há casos de asma e alergias causadas e pela saliva e pelas fezes do inseto.

    Existem várias receitas para acabar com cupins. Muitos indicam a utilização de vinagre, óleos, querosene e até mesmo o famoso inseticida. Você pode também evitar infestações futuras, mantendo sua casa seca e fechando aberturas em janelas e portas.

    Formigas

    O Brasil é um dos países com mais espécies de formiga no mundo. A saúva, por exemplo, é uma iguaria gastronômica consumida em várias partes do Brasil. Apesar de seu papel na alimentação e na cultura popular, lembre-se que a presença de formigas na sua casa não é um bom sinal.

    A formiga é um inseto que se organiza em uma sociedade complexa onde os grupos de indivíduos têm funções específicas. Em um formigueiro, convivem, por exemplo, a rainha, operários e soldados. Em sua maioria, se alimentam de sal, gordura e açúcar.

    Há quem diga que formigas são mais perigosas para a saúde do que as baratas. Portanto, você deve, pelo menos, diminuir a população delas na sua casa. Como são pragas bem resistentes, é importante que implemente medidas incisivas para destruir o seu habitat. Uma ideia é aplicar água com vinagre no formigueiro para aumentar acidez do ambiente, algo que elas não costumam suportar. Lembre-se também de manter a casa sempre limpa. Veja 2 dicas para acabar com as formigas.

    Mosquitos

    Aedes aegypti. Esse nome te soa familiar? Somente essa espécie é capaz de transmitir 4 doenças muito sérias: o Zika, a dengue, a chikungunya e a febre amarela. Para ter uma noção do perigo representado por esse inseto de 0,5 cm, é só observar as estatísticas. Ano passado, foram quase 1 milhão de pessoas infectadas pela dengue e 100 mil pelo zika, segundo reportagem do G1.

    Os mosquitos da dengue e os pernilongos costumam estar presentes nas cidades, principalmente as áreas mais quentes. Mesmo os que não causam doenças também podem ser muito incômodos, porque também picam humanos para se alimentar de sangue, causando muitas coceiras.

    Nesse blog, já tratamos de algumas maneiras de combater mosquitos em casa e ainda demos dicas específicas para se livrar do Aedes. De qualquer forma, vale relembrar: previna-se, evitando o acúmulo de água parada e usa telas por toda a casa.

    Moscas

    Não é só de zumbidos irritantes que vivem as moscas. Elas também estão sempre transportando microorganismos adquiridos pelo contato com lixo, fezes e outros tipos de sujeira. Você já deve imaginar o que pode acontecer quando ela pousa nos seus alimentos ou em algum machucado.

    A lista de doenças transmitidas pelas moscas é extensa: disenteria, micose, conjuntivite e até febre tifóide. Todas causadas por microorganismos transportados nos pelos desse inseto.

    Se você quiser saber como impedir que esse inseto continue a residir na sua casa, você pode ler o nosso artigo “Como se livrar das moscas, essa companhia indesejável”. Uma dica que pode te ajudar bastante é nunca deixar o lixo acumular dentro de casa e fazer a assepsia das cestas de lixo periodicamente.

    Alguns cuidados são bem simples, mas não garantem o controle efetivo de infestação de todos os insetos. Muitas das medidas que podemos tomar em casa vão ajudar a diminuir as populações de inseto. No entanto, somente uma dedetização eficiente, com profissionais qualificados pode te dar resultados realmente eficientes. Já ouviu falar na Inset System? Faça um orçamento gratuito com a gente e acabe com os insetos!

    Leia mais
  • 7 dicas para escolher empresa de dedetização certa

    26 julho 2017
    1071 Visualizações

    Se você já sabe que precisa dedetizar a sua casa, prédio ou escritório, está na hora de escolher a melhor empresa de dedetização. Mas para isso, você precisa ser cauteloso: existem muitas opções no mercado e uma escolha errada pode ser desastrosa. No post de hoje, damos 7 dicas para você escolher a melhor empresa de dedetização para eliminar, de uma vez por todas, pragas e insetos.

    Dica #1: Empresa autorizada

    É crucial que a empresa de dedetização tenha autorização para fornecer esse tipo de serviço. No caso do estado do Rio de Janeiro, a empresa deve ser legalizada pelo Instituto Estadual do Ambiente – INEA. A chancela de uma instituição governamental prova que a empresa atua dentro dos padrões técnicos e sustentáveis necessários para esse tipo de negócio.

    Dica #2: Certificações diversas

    Além dos registros nos órgãos públicos, procure uma empresa que tenha certificações complementares. Quanto mais, melhor! Certificações diferentes cobrem áreas, métodos e técnicas diferentes.

    Dica #3: Equipe treinada

    Assegure-se de que a empresa que você vai escolher tenha uma equipe disposta e altamente capacitada. Os funcionários que vão à sua casa, por exemplo, devem ser no mínimo idôneos, já que você vai dividir espaço com eles por algum tempo. Ao entrar em contato com a dedetizadora, você não pode deixar de questionar esse aspecto.

    Dica #4: Produtos modernos

    Além de uma equipe bem treinada e atualizada, é necessário que a empresa utilize produtos igualmente certificados e modernos, preferencialmente sustentáveis. Alguns produtos, além de fazerem mal a sua saúde, podem ser extremamente nocivos ao ambiente.

    Dica #5: Transparência e honestidade

    Ainda em relação aos produtos, a empresa ganha um ponto com você se eles forem transparentes a ponto de revelar a lista de produtos que utilizam e os efeitos que resultam de sua aplicação. Se a transparência for ainda mais ampla, englobando informações sobre funcionários e métodos, você tem uma boa opção!  

    Dica #6: Especificidade das técnicas

    As técnicas de dedetização dependem das pragas e dos ambientes. Evite empresas que utilizam o mesmo método, independente da situação. Escolha uma dedetizadora que dispõe de técnicas como desratização, descupinização e outros serviços preventivos.

    Dica #7: Hall de clientes

    Verifique a cartela de clientes da dedetizadora no site da empresa. Caso você tenha acesso a esse tipo de listagem, note se ela é extensa e se tem empresas grandes que confiam no seu trabalho. Se sim, vá em frente!

    A Inset System é a melhor empresa de dedetização do Rio de Janeiro. Sabe por quê?

    • Estamos autorizados para atuar no ramo da dedetização pela INEA sob o seguinte registro CRV UN 019831/55.61.30 | CRH UN020888/55.61.20;
    • Somos certificados por órgãos como IBAMA, ANVISA, CR-Bio-02 e outras;
    • Todos nossos funcionários são devidamente treinados para o manejo do maquinário necessário para a dedetização no Rio de Janeiro;
    • Utilizamos produtos fabricados a partir de tecnologias de ponta, o que dá total garantia em nosso atendimento;
    • Fornecemos a listagem de todos os produtos utilizados na dedetização no Rio de Janeiro, assim como todos os efeitos resultantes de sua aplicação. Além de termos as certificações NR 33 e 35 que tratam da segurança e saúde dos nossos funcionários.
    • Oferecemos vários serviços, tais como dedetização (empresas, condomínios e residências), descupinização, desratização e limpeza de caixa d’água.
    • No nosso site, você tem acesso aos nossos principais clientes. Vale citar: Chemtech Serviços de Engenharia, Sociedade de Ensino Superior Estácio de Sá, Hemolad Serviços de Hemoterapia e Hematologia e outros.

    Cobrimos toda a cidade do Rio de Janeiro. Faça um orçamento conosco e cuide melhor da sua empresa, casa ou prédio.

    Leia mais